UM LUGAR SAGRADO PARA A CULTURA INDÍGENA

As Serras Guerreiras de Tapuruquara (Iwitera Maramuywera Tapuruquara Suiwara, na língua Nheengatu) ficam no município de Santa Isabel do Rio Negro (antiga Tapuruquara), nas Terras Indígenas Médio Rio Negro I e Médio Rio Negro II.
 
Contam os antigos que essas serras alinhadas eram um grupo de guerreiros que desceu da Colômbia para travar uma batalha contra a serra localizada do outro lado do rio. Amanheceu o dia, os guerreiros viraram pedra e ali estão até hoje. É nesse território sagrado para a cultura indígena que a viagem acontece.
 
UMA AVENTURA AMAZÔNICA EM MEIO À ESPETACULAR DIVERSIDADE NATURAL DO RIO NEGRO – GUIADA PELOS POVOS QUE VIVEM NO LUGAR HÁ MILHARES DE ANOS. 

UMA VIAGEM ÚNICA

As Expedições Serras Guerreiras de Tapuruquara são viagens de experiência para apresentar ao visitante o nosso território e nossos modos de vida. 
 
Elas são realizadas em conjunto pelas comunidades indígenas, pela ACIR (Associação das Comunidades Indígenas e Ribeirinhas) e pelos nossos parceiros operadores o que garante a maior divulgação, para recebermos mais visitantes, e a comercialização dos nossos roteiros com segurança.
 
Você pode escolher entre os roteiros e datas disponíveis em breve deveremos divulgar novas datas e parcerias. Veja o dia a dia de cada um, escolha o que mais combina com você!

CONHEÇA OS ROTEIROS COM NOSSOS PARCEIROS

SERRAS GUERREIRAS DE TAPURUQUARA - KATERRE

01 a 09 de fevereiro

Inscreva-se AQUI ou ligue (92) 99503-8634.

MANIAKA A BORDO DO UNTAMED AMAZON

7 a 12 de fevereiro

Inscreva-se AQUI ou ligue (92) 99403-4631.

IWITERA A BORDO DO UNTAMED AMAZON

12 a 16 de fevereiro

Inscreva-se AQUI ou ligue (92) 99403-4631.


a experiência: CULTURA + AVENTURA

Todos os roteiros proporcionam aos viajantes uma programação repleta de práticas culturais e incríveis aventuras amazônicas guiadas pelos povos indígenas do Rio Negro.
 
Você ficará hospedado em alojamentos coletivos e dormirá em redes é assim que os moradores costumam receber parentes e visitantes para festas e eventos culturais e políticos. Em cada destino, uma estrutura foi preparada para que os novos hóspedes fiquem à vontade, como biombos para troca de roupa e banheiros ecológicos.
 

Dormir em rede e tomar banho de rio são parte da experiência, assim como os passeios em canoas tradicionais entre praias e ilhas, as trilhas na mata (orientadas pelo modo indígena de se relacionar com o ambiente) e as subidas de serra explorando paisagens inacreditáveis.


A imersão cultural inclui festas, danças e rituais, além de conhecimentos tradicionais de agricultura, o cultivo na floresta, o modo de preparar farinha, beiju e outros pratos típicos, a confecção de artefatos e utensílios de fibra e cerâmica e as histórias e mitos que explicam os significados de cada processo.



Vivenciar tudo isso é parte de um processo de valorização cultural e fortalecimento da autonomia e governança dos povos indígenas sobre seu território.
Vivenciar tudo isso é parte de um processo de valorização cultural e fortalecimento da autonomia e governança dos povos indígenas sobre seu território.

SERRAS GUERREIRAS

Trilhas guiadas pelos índios conduzem às serras que dão nome à expedição.

FESTAS e rituais

Celebrações típicas, danças tradicionais, festas de oferenda e boas-vindas.

ARTESANATO

Da extração da palha à produção de peças como peneiras, cestos e esteiras.

SISTEMA AGRÍCOLA

As roças, as casas de farinha, as técnicas de cultivo, o preparo dos alimentos.

PRAIAS DE ÁGUA DOCE

Os surpreendentes cenários ao longo do Rio Negro.

CANOADAS

Experiências de navegação em canoas tradicionais, para explorar praias e ilhas.

.

ELES 

ESPERAM 

POR VOCÊ

A região das Serras Guerreiras de Tapuruquara é 
habitada por oito diferentes etnias indígenas.
Saiba um pouco mais sobre as cinco comunidades 
que receberão os integrantes da expedição,
nos dois roteiros.

SAIBA MAIS SOBRE O PROJETO

As 13 Expedições realizadas entre outubro de 2017 e novembro de 2019 tiveram a participação de 118 viajantes. Elas geraram renda e ajudaram no resgate da cultura e da autoestima em cinco comunidades, impactando a vida de 100 famílias. E essa história está só começando.

 

 

ASSISTA À SÉRIE EXPEDIÇÃO  RIO NEGRO

A TV Bandeirantes contou a história do projeto Serras Guerreiras de Tapuruquara na série Expedição Rio Negro, transmitida em fevereiro deste ano no Jornal da Band. Assista aqui aos 3 capítulos:

 

Turismo Ecológico no coração da Amazônia

Povos indígenas recuperam sua arte e cultura

Natureza exuberante e tesouro natural